Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Lições para toda a vida Google+

quinta-feira, 22 de março de 2018

Lições para toda a vida

Até o último homem (Netflix)


Muitas pessoas adoram filmes de guerra, mas não apenas pela ação alucinante e tiros para todos os lados, mas pelas lições de vida que podemos tirar deles. 

Os soldados passam por treinamentos árduos, uma disciplina extrema que esses bravos guerreiros precisam desenvolver diante dos desafios inesperados que aparecem e as soluções nada confortáveis que precisam tomar.

Agora…

↪︎ O que leva essas pessoas a enfrentarem esses desafios?
Com certeza não é o salário…
Também não é pela vista maravilhosa do seu “escritório”…
Nem pelo benefício de ficar mais tempo com sua família…

Então qual será o motivo?

Eu acredito que, assim como fuzileiros navais, os soldados mais resistentes do mundo, empreendedores também não querem conforto e segurança.

Eles querem fazer a diferença.

Eles lutam por uma causa maior que eles mesmos.

E desenvolvem uma disciplina admirável.

São exemplos como esse vamos compartilhar com você hoje nesse post do Viver de Blog: As 5 Lições Que Aprendi Com os Soldados Mais Resistentes do Mundo

E como você pode desenvolver essa disciplina de um guerreiro de elite.

Lição #1: Faça Sua Cama Todos os Dias

“Se você quer mudar o mundo, comece arrumando a sua cama.”

Se você faz a sua cama toda manhã, você terá completado a sua primeira tarefa do dia.

Isso irá te dar um senso pequeno de orgulho.

E irá encorajar você a fazer outra tarefa.

E outra…

E outra…

Ao final do seu dia, essa única tarefa terá se transformado em várias tarefas completas.

Fazer a sua cama também irá reforçar o fato de que as pequenas coisas na vida importam.

Se você não consegue nem fazer as pequenas coisas direito…

Você nunca estará pronto para fazer as grandes direito.

E se por algum motivo você tiver um dia daqueles…

Ao mesmo você terá uma cama pronta que você mesmo fez.

E uma cama pronta irá encorajar você a pensar que amanhã será um dia melhor.

Como empreendedores, não ajuda começar o dia aflito olhando emails, redes sociais e o Slack da empresa.

Escolha uma pequena tarefa (pode ser fazer a própria cama) e faça disso uma rotina para manter seu foco no início do dia.

O restante do seu dia irá te agradecer por isso.

Lição #2: O Treino Deve Ser Mais Duro Que o Campo de Batalha

No meio do caos de uma batalha, a última coisa que um fuzileiro quer é se tornar alvo fácil dos seus inimigos.

Para isso não acontecer, eles são treinados para não perder facilmente o controle e manter a disciplina.

Eles são desenvolvidos para sentir na pele seus maiores medos e o são exigidos no seu limite máximo.

É por esse motivo que ficam dias sem dormir, horas em um ambiente extremamente hostil e são mentalmente exigidos para trabalhar em grupo e não prejudicar o treinamento.

Como empreendedores, estamos em tantas batalhas ao longo do dia que nos sentimos no meio do furacão.

São ligações com o time.

Clientes pedindo ajuda.

Contas a pagar.

E, muitas vezes, esquecemos de treinar pesado.

Esquecemos de estudar para sermos líderes melhores.

Esquecemos de estudar para sermos comunicadores melhores.

Esquecemos de estudar para sermos empresários melhores.

Sobreviver apenas não basta.

É preciso progredir.

Lição #3: Tenha extrema autorresponsabilidade, mas nunca exerça comandos centralizados.

Seja responsável por tudo na sua empresa.

Seus colaboradores estão entregando um trabalho ruim?

Você tem sua parcela na contratação e desenvolvimento deles.

Seu cliente está reclamando que não tem acesso a um programa seu comprado?

É responsabilidade sua treinar uma pessoa em sua equipe para evitar que isso aconteça.

O lucro da sua empresa está acabando antes do mês terminar?

É sua responsabilidade arrumar esse buraco no barco rápido para ele parar de vazar.

Como empreendedores, você deve assumir responsabilidade por todo vazamento no seu barco, afinal, você é o capitão dele.

Desafios como os citados acima irão sempre aparecer.

E talvez você pense que é preciso ser um general durão para seus colaboradores seguirem ordens e tudo funcionar perfeitamente…

Mas isso estaria muito longe da verdade.

Comandos centralizados do tipo “goela abaixo” só irá atrair pessoas medrosas que nunca fazem nada além do mandado.

Líderes inspiram outros líderes.

Desenvolva a autorresponsabilidade também na sua equipe.

Adicione um mantra à sua cultura de “seja impecável com sua palavra”.

Avalie resultados, não controle de horas.

Lição #4: Tenha um espírito competitivo, mas se perder, reconheça a derrota.

Reclamar sobre o leite derramando não irá mudar esse fato.

Ter um espírito competitivo ajuda você a se inspirar nos melhores.

Ajuda você a observar gigantes e querer ser como eles.

Porém, se algum dia você estiver competindo diretamente com alguém e perder, reconheça sua derrota.

Quando eu jogava bola 3x por semana, eu via alguns jogos sendo perdidos nos últimos segundos…

E eu costumava ouvir:
“A grama hoje tá impossível, cheia de buracos…”
“É uma chuteira nova, ainda tô me adaptando à ela.”
“Essa bola tá muito leve. Parece uma bola de leite.”

Desculpas de perdedor.

Como empreendedores, nós devemos dar nosso melhor.

Devemos nos inspirar em grandes líderes.

E, até mesmo, competirmos com eles em alguns momentos.

Porém, uma competição saudável onde há respeito e dignidade.

Ter humildade para reconhecer uma derrota é fundamental para o crescimento pessoal e profissional.

Lição #5: A Regra dos 40%

Se você já treinou com um parceiro ou um personal trainer, você sabe o que estou falando…

Quando você achava que já havia chegado no seu limite, você ouve:

“Vamos lá, eu quero mais 2 repetições aqui.”

Basicamente, temos 2 limites:

O limite físico.
O limite mental.

Grandes esportistas sabem que o limite mental muitas vezes aparece antes do físico.

É como nossa mente estivesse querendo nos proteger do perigo.

Mas a verdade é que não há perigo algum…

Se você se preparar para acreditar que sim, é possível fazer mais 2 repetições em cada exercício, você irá fazer.

Fuzileiros navais usam uma regra que repetem entre si:

“Quando achar que está no seu limite máximo, você ainda tem 40% de energia. Não deixe o corpo mandar na mente”.

Como empreendedores, nós precisamos desenvolver essa mesma mentalidade.

Desenvolver um negócio exige um esforço muito maior do que ser empregado.

Você trabalha enquanto muitos dormem.

A lista de tarefas parece nunca ter fim.

Sempre há um ponto de melhoria.

Grandes negócios não são construídos trabalhando 4 horas por semana.

Quando achar que você está no seu limite, lembre-se dos 40%.

Ainda há 40% de energia dentro de você.

Vai lá e faça acontecer.

Fonte: Viver de blog