Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Novembro 2017 Google+

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

30 dicas de letras decorativas para você decorar a sua casa

FOTO: ISTOCK

Com a possibilidade serem feitas artesanalmente ou ainda compradas pronta, as letras decorativas adicionam personalidade e beleza a qualquer ambiente.

Podendo ser aplicada em praticamente qualquer ambiente da casa, as letras decorativas são uma boa opção para incrementar a decoração de modo simples e sem muitos custos. Contando com opções confeccionadas em madeira, resina, gesso, metal ou materiais reciclados, este item pode conferir beleza e charme extra onde quer que seja aplicado.

A diversidade de materiais ainda contribui para as possibilidade de personalizar o item conforme o gosto pessoal, pintando com cores metálicas, pastéis ou vibrantes, aplicando tecidos estampados e ornamentos variados como pérolas e brilhos, de acordo com o que a criatividade permitir.

Item frequentemente utilizado na produção de fotos e eventos, pode contar com palavras ou letras soltas, como a inicial dos nomes dos donos da residência, por exemplo. Com a possibilidade de serem fixadas em paredes ou apoiadas sobre móveis como prateleiras e criados-mudos, possui grande leque de utilização.

Ao optar pela decoração com este item, é possível conferir mais personalidade ao lar, além de ser prática, não exige muita manutenção, permitindo composições diferenciadas.

Como fazer letras decorativas: Vídeos DIY

FOTO: ISTOCK

Apesar de ser possível encontrar facilmente as letras decorativas para comprar, se você é fã de projetos manuais, com certeza irá adorar soltar a imaginação e confeccionar suas próprias letras. Para isso, confira a seguir alguns tutoriais e inspire-se:

1. Letras decorativas de papelão, por Fernanda Banderó

Aqui, além de aprender a decorar as letras aplicando tecidos estampados, você irá aprender a fazer a próprio letra, do começo ao fim, com o auxílio de papelão, régua, tesoura e cola quente.
2. Letras luminosas, por Maddu Magalhães

Uma ótima opção para aproveitar as luzes de Natal que ficam guardadas no restante do ano, este tutorial ensina a fazer lindas letras luminárias, capazes de deixar qualquer cantinho mais charmoso.
3. Letra MDF com pérolas, por Dayane Nascimento

Para facilitar o processo, em vez de confeccionar a estrutura das letras, é possível comprá-las prontas em MDF cru. Conforme o vídeo explica, basta pintá-la e colar as meias pérolas, uma a uma. O resultado fica lindíssimo.

4. Letra Florida, por Femingos

Ideal para ser fixada na parede ou em portas, esta letra foi confeccionada em papelão e recebeu aplicação de flores variadas com o auxílio de cola quente. Se desejar, a mesma técnica pode ser aplicada em letras feitas em MDF.
Com esta seleção de vídeos, é possível aprender as técnicas básicas para confeccionar suas próprias letras decorativas, seja para fazer desde a estrutura ou apenas decorá-la. Esta é uma boa oportunidade para colocar as habilidades manuais em prática.

7 Letras decorativas prontas para você comprar online

Agora se você prefere adquirir este item decorativo já pronto, existem lojas online que possuem os mais variados modelos e preços. Confira uma seleção de lindas opções:

IMAGEM: DICAS DE MULHER

Onde comprar
Letra decorativa Bem-vindo, na Carro de Mola
Letras decorativas Love, na Tok & Stok
Letra decorativa Paz, na Funstock
Letra decorativa & azul, na Meu Móvel de Madeira

Com opções para todos os gostos e bolsos, ainda é possível comprar a letra em MDF cru e adicionar elementos decorativos como tecidos ou flores para deixar este item ainda mais especial.

30 ambientes decorados com letras para te inspirar

Ainda tem dúvidas de como utilizar as letras decorativas para deixar o ambiente ainda mais especial? Então confira esta seleção de lindos projetos e inspire-se:

1. Letras decorativas podem completar o estilo do seu lar

FOTO: REPRODUÇÃO / LETRAS LUCES

2. Deixar um quartinho de bebê ainda mais encantador

FOTO: REPRODUÇÃO / MARI

3. Assim como compor a decoração da mesa de doces em uma festa

FOTO: REPRODUÇÃO / P & F ARTESANATO EM MDF

4. Presentes no quarto, acima da cabeceira

FOTO: REPRODUÇÃO / CLAUDIA VIEIRA

5. Até o chão, fazendo uma graça para quem passa
FOTO: REPRODUÇÃO / WOOD MOMENTS

6. Fica lindo compondo a decoração junto a outros objetos

FOTO: REPRODUÇÃO / BALADA CRAFT

7. Ainda é possível agregar mais funções a este objeto

FOTO: REPRODUÇÃO / ISABELA ANTICOLI

8. Com um visual cheio de natureza, para áreas externas
FOTO: REPRODUÇÃO / ANNIE DE LA PAZ

9. Ou algo mais delicado, com aplicações de pérolas de tamanhos variados
FOTO: REPRODUÇÃO / MÔNICA MACIEL ARTESANATOS

10. Iluminando o cantinho do pequeno

FOTO: REPRODUÇÃO / STUDIO BENE ARQUITETURA

11. Dando as boas-vindas para quem adentra o ambiente
FOTO: REPRODUÇÃO / MARI

12. Marcando presença também no home office

FOTO: REPRODUÇÃO / JULIANA TEIXEIRA

13. Capaz de demonstrar o amor ao esporte

FOTO: REPRODUÇÃO / HELÔ MARQUES

14. … o amor a alguém
FOTO: REPRODUÇÃO / SENHORITA T.

15. Ou ainda, o amor ao lar
FOTO: REPRODUÇÃO / MINHA CASA MINHA CARA

16. A opção metálica deixa o visual mais requintado
FOTO: REPRODUÇÃO / CAMILA CHALON ARQUITETURA

17. Que tal criar uma composição com estilo e cores diferentes?

FOTO: REPRODUÇÃO / NESSA DEE

18. Ou apenas denominar os donos do espaço?

FOTO: REPRODUÇÃO / MICHELLE RASMUSSEN

19. Utilizando as cores favoritas do pequeno dono do quarto
FOTO: REPRODUÇÃO / PRISCILA BOLDRINI

20. Ou seguindo o estilo da decoração do ambiente

FOTO: REPRODUÇÃO / PEBBLE DESIGN

21. Pode ser utilizada entremeio a outros elementos decorativos

FOTO: REPRODUÇÃO / MARILIA ZIMMERMANN

22. Ou como o destaque do ambiente
FOTO: REPRODUÇÃO / BIANCA MATTANA

23. Harmonizando-se com os mais variados tipos de decoração
FOTO: REPRODUÇÃO / TILTON FENWICK

24. E abrangendo diversos gostos pessoais
FOTO: REPRODUÇÃO / FLETCHER RHODES

25. Ideal para passar uma mensagem para os moradores
FOTO: REPRODUÇÃO / DUER DIGITAL

26. Deixando a positividade sempre presente

FOTO: REPRODUÇÃO / GENÒVES ATELIER

27. É possível misturar mais de uma técnica

FOTO: REPRODUÇÃO / ISA LU ATELIÊ

28. Ou deixar o visual mais simples
FOTO: REPRODUÇÃO / ROZA CRAFT DESIGN

29. Capaz de reunir os moradores da casa
FOTO: REPRODUÇÃO / THE VINTAGE GLITTER HOUSE

30. Ou apenas trazer personalidade a decoração

FOTO: REPRODUÇÃO / MERITAGE HOMES

Versátil, as letras decorativas podem ser utilizadas em qualquer ambiente, seja fixadas, penduradas na parede, ou ainda apoiadas sobre móveis e até no chão. Fáceis de encontrar ou de serem produzidas artesanalmente, se tornam uma boa opção para adicionar charme e personalidade ao lar. Aposte!

Fonte: Escrito por Ana Kordelos para o Dicas de Mulher

terça-feira, 28 de novembro de 2017

23 técnicas de persuasão em vendas para ajudar a fechar negócios


Confira neste post 23 técnicas de persuasão em vendas: dicas de 3 especialistas 2 livros e um TED talk com todos os segredos da arte da persuasão

Quando se fala de técnicas de persuasão em vendas, dois livros famosos chamam atenção.

O primeiro deles, apesar de publicado pela primeira vez em 1936, é um clássico dos admiradores da persuasão, trata-se do icônico “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, de Dale Carnegie, cujos 12 princípios inspiram vendedores até hoje e deu origem a uma rede mundial de escolas de treinamento em vendas.

O outro, “As Armas da Persuasão – Como influenciar e não se deixar influenciar”, é bem mais recente. foi escrito pelo Ph.D. em Psicologia Robert Cialdini, e se tornou um Best Seller muito procurado por quem trabalha na área de vendas.

Para finalizar nosso trio de especialistas, trazemos para você um resumo do TED Talk com mais de 3 milhões de visualizações “Como defender seus pontos de vista”, uma palestra de enorme sucesso apresentada pelo também psicólogo e Ph.D. Adam Galinsky.
Está sem tempo para ler o conteúdo? Gostaria de poder acompanhá-lo enquanto dirige, caminha ou realiza outra atividade? Então não perca tempo e ouça este artigo na íntegra. Basta clicar no play! 🙂
Antes de começar a leitura, que tal afiar sua linguagem de persuasão acompanhando esta apresentação criada pela equipe do Agendor?
23 técnicas de persuasão em vendas para usar em seu dia a dia

Vamos começar pelas 12 maneiras de fazer as pessoas pensarem como você, descritas por Carnegie em seu livro.

1- A única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a

Com esta frase, Carnegie não está recomendando que você fuja da negociação e entregue de mão beijada tudo que a outra pessoa quer.

Na verdade, trata-se de não adotar uma postura de confronto ao defender seu ponto de vista. Não se mostre contrariado ou aja como se tivesse que “vencer” a discussão. Aliás, não use esta palavra, prefira debate de ideias.

Ouça em primeiro lugar e se encaminhe sempre para aqueles pontos em que ambos concordam, diga: – Isso mesmo, tem razão!

O objetivo não é discutir, mas trocar ideias, por isso, seja honesto e entenda o ponto de vista do outro. Caso não haja como chegarem a um acordo, adie a decisão e marquem uma nova reunião.

2- Respeite a opinião dos outros. Nunca diga “você está enganado”

Nada pior que apontar o erro dos outros. Lembre-se daquela lei da física: toda ação gera uma reação oposta e de igual intensidade.

Não é preciso nem que a outra pessoa note que você discorda dela, seja sutil, use expressões como: “Pode ser que eu esteja enganado, mas penso de outro modo, veja o que acha…”

Dizer que alguém está errado, além de indelicado, não terá nenhum resultado positivo, por isso, seja diplomático.

3- Se está enganado, reconheça o erro rapidamente

Nada mais desagradável que conversar com alguém teimoso e intransigente. Se você perceber em algum momento que realmente está errado, reconheça seu erro.

Não seria isso que você esperaria que os outros fizessem?

Portanto, assuma seus erros e mantenha um bom entendimento. Esta é uma excelente estratégia de relacionamento com clientes.

Veja também em nosso blog: Pedido de desculpas para cliente: a melhor solução é evitar ter que fazer um

4- Comece de maneira amistosa

A primeira impressão é a que fica. Uma das mais básicas das técnicas de persuasão em vendas é nunca começar uma conversa se impondo ou sendo arrogante. Isso não levará a nada.

Sorria, cumprimente as pessoas, elogie-as – sem falsidade, é claro. Mostre que veio para somar, não para dividir.

5- Consiga que a outra pessoa diga SIM, SIM imediatamente

Carnegie é adepto da teoria de que quanto antes se conseguir que o outro lado diga sim, maior a probabilidade que esse comportamento continue até o final da conversa. Ele a considera uma das suas melhores técnicas de persuasão.

Portanto, acumule uma sequência se sins, fazendo afirmações iniciais que todos aceitariam como verdadeiras, por exemplo:

Se você está fazendo uma negociação de preço, você pode lançar mão de um diálogo como este:

Você: – Concorda que ambos estamos aqui para defender os melhores interesses de nossas empresas?

Cliente: – Claro!

Você: – E o lucro não é algo que ambas as empresas precisam alcançar?
Cliente: -Sim!

Você: – Não é verdade que nossa solução vai ajudar sua empresa a ter mais lucro?

Cliente: – Disso eu não tenho dúvida.

Você: – Não seria justo que nossa empresa também tivesse lucro ao fecharmos este negócio?

Cliente: – É evidente!

Você: – Percebe, então, por que não posso fazer a venda por esse preço?

Cliente: – Sim, tem lógica o que você está dizendo, mas…

É claro que a conversa não vai terminar por aí, mas seu cliente já está começando a se acostumar a dizer sim para você.

6- Deixe os outros falarem durante boa parte da conversa

Essa é uma recomendação que todo vendedor deve adotar sempre. Ouvir e entender seu cliente, é muito importante. Quanto mais o outro falar, mais ele vai sentir que você está dando atenção a ele.

Não contradiga e nem interrompa a pessoa, deixe-a se soltar.

E se ela parar de falar, faça perguntas, incentive-a a falar mais, principalmente se for de si mesmo.


Pratique a escuta ativa com seus clientes e os resultados serão consequência.

7- Deixe que a outra pessoa pense que a ideia é dela

Depois que a outra pessoa estiver toda empolgada, falando pelos cotovelos, deixe que ela acredite que a ideia que você defende é dela.

Não seja orgulhoso, o importante é que ambos concordem com os seus argumentos, mas o outro participante da reunião não precisa notar que foi sua ideia a vencedora, ele vai ficar muito satisfeito se achar que esta solução genial partiu dele.

8- Procure honestamente ver as coisas do ponto de vista da outra pessoa

Por mais que você esteja defendendo seus próprios interesses e de sua empresa, é fundamental entender os motivos e convicções do outro lado.

Dessa forma, além de encontrar mais argumentos para definir uma estratégia de como convencer o outro, você o estará conhecendo cada vez melhor, o que sempre é uma vantagem em qualquer tipo de negociação.

9- Seja receptivo às ideias e desejos da outra pessoa

Seja empático, mostre que entende as razões do outro e que, talvez, se estivesse do outro lado da mesa, tomasse a mesma posição.

Aliás, no caso de vendedores, entender as necessidades de seus clientes é fundamental para poder oferecer-lhes as soluções ideias para seus problemas.

10- Apele para os mais nobres motivos

Até agora falamos de posturas, atitudes e técnicas de persuasão em vendas que criam um clima favorável e têm tudo para levar a um desfecho positivo.

Mas se você perceber que as coisas não vão sair como o esperado, mostre que sempre há um motivo certo, correto e justo para se tomar uma decisão.

Carnegie usa uma expressão um pouco antiga “nobres motivos”, mas o que ele quer dizer com isso é que os parâmetros para o comprador tomar sua decisão devem ser objetivos e honestos, sem influências subjetivas e preferência aleatórias.

11- Dramatize suas ideias

Veja que o storytelling já era recomendado por esse livro. Dê exemplos, conte histórias, mostre que sua solução é o herói que veio salvar a empresa do comprador e livrá-la dos vilões que a atacam, como o desperdício, a ineficiência e os prejuízos.

12- Lance um desafio

Última cartada! Esta é uma daquelas técnicas de persuasão em vendas que precisam ser efetuadas com muito cuidado, para não parecer uma provocação.

Se nada mais deu certo, instigue seu cliente a mostrar a todos como ele é capaz de vencer e superar desafios empregando sua solução.

Ele se destacará dos demais e será notado, basta vencer o receio de adotar algo novo.

Estas recomendações de Carnegie precisam sempre ser atualizadas e revistas com cuidado, mas não deixam de conter importantes ensinamentos de como persuadir a comprar.

Capa do livro de Dale Carnegie

Agora, vamos às técnicas de persuasão em vendas de Cialdini, mais atuais, mas você vai notar que muitas delas se assemelham com as dicas para convencer e persuadir que acabamos de ver. Elas são conhecidas como as 6 regras de Cialdini.

13- Regra da reciprocidade

Normalmente o ser humano retribui da mesma forma um gesto que recebeu de outro.

Já notou que sempre que você vai a uma reunião, a primeira coisa que fazem é te oferecer um café e uma água?

Quem recebe algo, inconscientemente sente-se na obrigação de retribuir na mesma moeda.

Uma tática é fazer um pedido inicial, durante uma negociação, que seja um tanto audacioso e que você sabe que será recusado. Em seguida, faça um pedido mais realista.

A outra parte, muitas vezes, sente que ficou te devendo algo, ao recusar o pedido inicial, e acaba vendo com bons olhos o segundo pedido.

14- Regra do comprometimento e consistência

Outro comportamento inerente ao ser humano e que pode ser usado em técnicas de persuasão de vendas é nossa tendência a não voltar atrás e mudar de posição em relação a uma decisão tomada.

Esta regra vai de encontro à sequência de sins, proposta anteriormente. Aos poucos, faça a pessoa com quem você está negociando concordar com pequenos pontos de seu argumento.

No final, a tendência de se comprometer e ser consistente com suas próprias opiniões pode levá-lo na direção que você deseja.

15- Regra da prova social

Muito usada no marketing digital, esta técnica de persuasão em vendas consiste em mostrar que outras pessoas já adotam o comportamento que você deseja que seu cliente adote.

Por isso, sites costumam conter depoimentos de clientes, cases de sucesso e estatísticas sobre números de usuários.

Use este tipo de argumentação em suas negociações, é uma excelente maneira de como aumentar seu poder de persuasão, pois as pessoas têm a tendência de seguir as outras, principalmente se forem figuras importantes e bem-sucedidas.

16- Regra da apreciação

As pessoas apreciam a beleza física, a riqueza, a saúde, o status e outros fatores que, racionalmente, não deveriam interferir em uma negociação. Mas interferem. Você vê isso o tempo todo em anúncios publicitários.

Por isso, é preciso ter cuidado quando se está tomando decisões para não se deixar influenciar pelas coisas que apreciamos e estão associadas a algum aspecto da negociação.

As pessoas também tendem a apreciar positivamente seus semelhantes, as pessoas com quem se identificam. Uma das técnicas de negociação mais usadas nesse sentido é o espelhamento, quando se imitam os gestos e até o ritmo da respiração da pessoa a quem se quer persuadir.

17- Regra da autoridade

Reparou que no início deste artigo mencionamos que dois dos autores destas técnicas de persuasão em vendas eram Ph.D., isto é, professores e pesquisadores renomados, e autores de livros de sucesso?

Isso faz com que seus argumentos ganhem autoridade e sejam respeitados pelos leitores.

Em negociações de vendas você deve usar argumentos do mesmo tipo, se referir a grandes empresas que usam sua solução, usar frases de pessoas famosas ou, melhor ainda, se posicionar com um grande entendido no assunto e na solução que o cliente procura.

Veja mais sobre a arte da persuasão lendo este artigo de nosso site: 4 livros famosos sobre a arte de influenciar pessoas

18- Regra da escassez

Últimas unidades! Quem nunca viu uma placa como essa em empreendimentos comerciais? Até em e-commerce essa tática é usada, quando aparece um aviso de que só há mais 3 unidades em estoque.

No caso de vendas B2B a escassez deve ser representada como exclusividade. Sua solução não é para qualquer empresa, ela precisa ser adequadamente usada por pessoas que têm como aproveitá-la ao máximo.

Não se trata de ser arrogante, mas de tomar o controle da negociação e mostrar que há outros clientes que também precisam de sua empresa.

capa do livro de Robert Cialdini

Esta foram as 6 regras de Cialdini baseadas na psicologia da persuasão.

Agora, vamos às 5 dicas de Adam Galinsky, apresentadas no TED Talk “Como defender seus pontos de vista” e, assim, fechar nossas 23 técnicas de persuasão em vendas para você usar em seu dia a dia profissional.

19- Mostre que você é um defensor de quem precisa

Mostrar para as pessoas com quem está negociando que seu objetivo não é pessoal, mas que, na verdade, você está defendendo os interesses legítimos de outros, pode trazer dois efeitos positivos:
Essas pessoas o enxergam de outra forma, como alguém que deve ser ouvido e respeitado

Você se sente motivado e com mais garra para lutar pelos seus argumentos e de quem está defendendo

20- Troque de lugar com quem está do outro lado da mesa

Muitas vezes não conseguimos entender porque o cliente não aceita nossa proposta que sabemos que tem um preço justo e vai trazer benefícios para ele.

Nessas horas, tente se colocar no lugar dele para entender o que está acontecendo. Pode haver um motivo oculto que você não enxerga. Se não conseguir descobrir, pergunte:

– Se esse problema for resolvido, algo mais te impediria de fecharmos este negócio?

Você pode acabar descobrindo, por exemplo, que o comprador quer fechar o negócio, mas que sua verba para aquele ano vai estourar. Nesse caso, você pode tentar oferecer um parcelamento, com garantias firmes.

Ou o motivo pode ser outro, o comprador precisará fazer uma apresentação para a diretoria para aprovar aquela compra e está inseguro.

Ofereça-se para ajudar a montar a apresentação ou faça você mesmo a apresentação. A dica aqui é descobrir o que realmente está se passando na cabeça do cliente e como você pode resolver de outra forma.

21- Seja flexível

Está negociando? Apresente alternativas, cada uma com suas particularidades e vantagens, e mostre ao cliente que você está aberto a negociar e fazer concessões, desde que haja compensações adequadas para cada uma delas.

22- Faça aliados

Em vez de apresentar uma proposta pronta para o outro lado, esta técnica de persuasão em vendas sugere que você convide o cliente a montar a proposta junto com você, peça um conselho a ele.

É claro que isso deve ser feito com muita cautela para que ele não ache que você não entende do produto ou serviço que está vendendo, mas perceba isso como uma forma de chegarem juntos a uma solução que satisfará a ambos, construída a quatro mãos, com a preciosa ajuda dele.

23- Mostre que você é um especialista

Esta dica de Galinsky é exatamente a mesma que a de Cialdini, quando fala da regra da autoridade.

Mostre que você sabe do que está falando e seu cliente dará muito mais valor a suas palavras.

Gostou destas dicas apresentando diferentes tipos de persuasão? Então não deixe de assistir ao TED Talk de Galinsk, com legendas em português:

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

7 invenções que não são orgulho de seus criadores


Criar uma novidade extremamente útil pode transformar a vida do inventor – e até da população mundial. O que seria de nós se Thomas Edison não tivesse inventado a lâmpada, por exemplo? Ou se Graham Bell não tivesse desenvolvido o telefone? Essas e outras invenções ajudaram a moldar o mundo como ele é hoje em dia.

Mas nem sempre as invenções são coisas boas. Armas e equipamentos de tortura, por exemplo, vieram de mentes por vezes geniais com “bons” intuitos, mas são usados de maneira descontrolada. Inúmeras outras invenções sem sentido também ganham usuários mundo afora: o que dizer do pau de selfie, que virou febre no último verão?

Porém, algumas pessoas se arrependem do que criaram. E tem até gênio na lista, viu? Confira abaixo 7 invenções que deixaram seus criadores envergonhados:

1. J. Robert Oppenheimer e Albert Einstein – Bomba atômica

O desenvolvimento da bomba atômica por Oppenheimer só foi possível por conta dos estudos de Einstein. Porém, ambos deram declarações contrárias ao seu uso. “Eu não tenho remorso de ter fabricado a bomba atômica”, disse Oppenheimer. “Mas tenho a sensação de que ela não foi usada corretamente. Nosso governo deveria ter sido mais claro ao mundo e ao Japão sobre o que a bomba queria dizer”, continuou. Já Einstein foi mais categórico. Ele disse ter se arrependido de incentivar as pesquisas em torno da bomba atômica e que só fez isso por achar que os alemães já estavam desenvolvendo o armamento.

Destruição de Hiroshima pela bomba atômica completa 70 anos em 2015

2. Mikhail Kalashnikov – AK-47

Uma das armas mais eficazes do mundo, a AK-47 é um fuzil semiautomático desenvolvido pelo militar russo Kalashnikov em 1947. Com custo barato de fabricação, a arma se difundiu rapidamente pelos vários cantos do mundo, sendo até hoje usada em guerrilhas e milícias. “Se o meu fuzil tirou tantas vidas, pode ser que eu, um crente ortodoxo, seja o culpado por essas mortes, mesmo que essas pessoas não sejam minhas inimigas?”, questionou Kalashnikov ao chefe da Igreja Ortodoxa Russa, em 2010.

Inventada em 1947, a AK-47 é uma das armas que mais mata no mundo

3. Tim Berners-Lee – Barra dupla

Saindo um pouco do ramo dos armamentos, falemos então da era digital. Lee desenvolveu a linguagem HTML e a própria internet. Foi ideia dele a de colocar as duas barras (//) após o início do endereço eletrônico (http:). “Se você pensar direito sobre isso, não precisava da barra dupla. Eu poderia ter feito sem elas”, disse Berners-Lee muitos anos depois.

As duas barras poderiam ter sido evitadas

4. Ethan Zuckerman – Anúncio popup

Você já se pegou odiando algum anúncio em popup enquanto navega pela internet? Provavelmente já. A ideia foi de Ethan Zuckerman, que viu na “inofensiva” tarefa uma forma de sites gratuitos aumentarem as suas receitas. Ele acreditava que era possível criar anúncios que não fossem diretamente relacionados com o assunto da página visitada. “Sinto muito. A intenção era boa”, se desculpou Zuckerman, no ano passado.

"A intenção era boa"

5. Dong Nguyen – Flappy Bird

O passarinho mais amado e odiado dos smartphones de 2014 está nesta lista? Claro! O jogo é tão viciante que se tornou febre instantânea, levando seu criador à loucura. “Eu não aguento mais”, tweetou Nguyen, pouco antes de retirar o jogo das lojas de aplicativos. Ele foi tão bombardeado com pedidos de entrevista que resolveu parar de disponibilizar o joguinho – e olha que na época ele já passava dos 50 milhões de downloads e Nguyen lucrava US$ 45 mil por dia!

Amado por muitos e odiado por outros, joguinho fez seu inventor se arrepender

6. Vincent Connare – Fonte Comic Sans

Sabe o que o criador da fonte Comic Sans disse sobre ela? “Se você a ama, então não entende nada de tipografia”. É isso mesmo! O próprio criador de uma das fontes mais usadas no mundo critica o seu uso descontrolado. Vincent Connare inventou a Comic Sans para um joguinho infantil da Microsoft, mas seu uso passou a dominar todos os tipos de trabalhos e comunicados. E, com o excesso, vêm as críticas e a ridicularização.

Designers odeiam a fonte Comic Sans

7. Kamrah Loghman – Spray de pimenta

“Eu nunca vi um uso tão inadequado e impróprio de agentes químicos”, disse Kamrah Loghman ao jornal The New York Times. Foi ele quem desenvolveu o spray de pimenta para o FBI na década de 80, mas se revoltou com o uso indiscriminado pelas polícias de vários lugares do mundo.

Spray de pimenta usado contra manifestante desarmada no Rio de Janeiro


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Inspiração: Anúncios super criativos e impactantes


O fato é que nós gostamos muito de tudo que envolve criatividade e das coisas incríveis que se pode fazer com essa ferramenta impalpável. É por isso que hoje apresentamos a você alguns anúncios incríveis e muito bem feitos, para que você possa se inspirar e aprender cada vez mais a olhar as mesmas coisas de maneiras diferentes. Tente:

Pare com a violência no trânsito - Jeito bem direto de mostrar a violência causada por conta do não seguimento deste sábio conselho :)





At&t (American Telephone and Telegraph) - Companhia americana de telecomunicações



Cerveja Guinness: A marca irlandesa fez uma pilha de celulares no formato do tradicional copo de cerveja. O recado: “Aproveite com responsabilidade. Telefones desligados, por favor”.




Pedigree - “Um cão deixa a sua vida mais feliz. Adote”.


Ecovia: Fio dental Colgate


Telescópio Orion


Quando a publicidade é bem feita, o resultado é incrível. Nos conte qual delas você achou mais impactante ;)