Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Outubro 2016 Google+

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ótimas maneiras de reaproveitar objetos na decoração da sua casa


Hoje trazemos para você dicas de como usar pallets, caixotes de madeira ou plástico, latas e até rolhas de garrafas de formas inusitadas dentro de casa.

O Pinterest é uma ferramenta fantástica para quem procura por novas ideias para decorar sua casa. Prova disso são os 15 pins abaixo selecionados a partir desta rede social com foco em objetos que iriam parar na lata de lixo.

Com um pouquinho de inspiração e de transpiração eles podem se transformar em coisas completamente diferentes e muito uteis. Confira:

1. Caixote de madeira como criado mudo

2. Caixote de madeira como armário da cozinha

3. Caixote de madeira como mesa de centro, estante e criado mudo

4. Cabeceira da cama feita com pallets

5. Jardim vertical feito de pallet

6. Sofá para área externa feito de pallet

7. Suporte para talheres feito com latas usadas

8. Jardim vertical de latas usadas

9. Jardim feitos com latas usadas

10. Potes de vidro usados na decoração

11. Quadro de recados feito com pregadores de roupas

12. Abajur feito com garrafa de vidro

13. Estante feita com porta velha

14. Mural feito de rolhas de garrafas

15. Luminária feita com cápsulas de café expresso

31 de Outubro - Dia da Dona de Casa

Também conhecida como “dona do lar”, ou simplesmente “do lar”, a dona de casa tem um dia dedicado somente a ela, em comemoração a todo o seu esforço e aos cuidados com a casa. No dia 31 de outubro é comemorado o dia desta “super mulher”, que luta diariamente para manter a ordem familiar e o funcionamento da residência, sem ao menos receber salário ou tirar férias.
Toda aquela que administra, dirige e cuida do lar pode ser considerada dona de casa. Mesmo que tenha a sorte de contar com a ajuda de uma empregada ou diarista, a dona de casa continua sendo a maior responsável pelas tarefas diárias, administrando as contas a serem pagas, cuidando da alimentação e da higiene da família, mantendo a casa limpa e em ordem, cuidando dos jardins, etc. Além disso, essas heroínas do lar sabem administrar como ninguém o tempo de que dispõem. Fazem todas as coisas ao mesmo tempo, sem perder a qualidade do trabalho e, ainda que não tenham grade de horários fixos, sempre conseguem algum tempo vago, que dedicam ao artesanato, ao trabalho voluntário ou mesmo ao lazer.
Como se sabe, na família o que mais importa é a união e a parceria. Hoje em dia, se tornou comum as mulheres irem para a rua procurar o sustento da família enquanto é o homem que assume as tarefas domésticas. De acordo com a tradição, o homem é educado para administrar a casa financeiramente, porém, quando é preciso, o homem deve ser capaz de transferir estes conhecimentos para a rotina doméstica, podendo cuidar do lar tão bem quanto a mulher.
Ao que tudo indica, em pouco tempo o preconceito relacionado ao sexo estará superado, e a função de cuidar, administrar e conduzir a vida familiar será realizada tanto pela dona de casa quanto por um dono de casa sem nenhum problema. Afinal, antes de tudo, é preciso entender que o trabalho doméstico não significa submissão ou humilhação, sendo algo digno, essencial e muito respeitável.
Fonte: procempa.com.br

31 de outubro - Halloween, o famoso Dia das Bruxas


O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos. Neste país, levada pelos imigrantes irlandeses, ela chegou em meados do século XIX.

História do Dia das Bruxas

A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.

Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.

Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).

Símbolos e Tradições

Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.

As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.

Halloween no Brasil

No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.

Críticas

Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado. Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de outubro).

A comemoração da data também recebe fortes críticas dos setores religiosos, principalmente das religiões cristãs. O argumento é que a festa de origem pagã dissemina, principalmente entre crianças e jovens, ideias e imagens que não correspondem aos princípios e valores cristãos. De acordo ainda com estes religiosos, as imagens valorizadas no Halloween são negativas e contrárias à pratica do bem.

Se você gosta de comemorar o Hallowen, nem que seja pelo espírito da brincadeira e a temática super interessante que a data sugere, acesse o nosso Pinterest para usufluir de centenas de dicas de como preparar uma festa dos horrores ;)


domingo, 30 de outubro de 2016

30 de Outubro - Dia do Balconista

O balconista ou atendente é aquele profissional que recebe o comprador e é o responsável direto pela venda.

A sua função é mostrar as qualidades ou os defeitos de um produto para que o próprio consumidor possa decidir pela compra ou não do mesmo.

Essa relação irá interferir diretamente na venda ou permanência de um produto nas prateleiras ou depósitos.

Hoje em dia, o balconista deve saber muito mais do que vender.

É preciso saber como atender bem o cliente, afinal de contas, muitas vezes um sorriso ou uma cara amarrada podem determinar a compra ou não de uma mercadoria.

Além disso, a maioria dos atendentes devem fazer cursos e se aprimorar, sobretudo porque as exigências do mercado, assim como o uso dos recursos da informática no setor de vendas tem crescido cada dia mais.

Fonte: UFGNet

30 de Outubro - Dia do Fisiculturista





A data tem o objetivo de homenagear o atleta que se dedica a "arte" do fisiculturismo.

O fisiculturismo, que também é conhecido por culturismo, é considerado um esporte de competição, onde os atletas trabalham os músculos do corpo em busca de hipertrofiá-los, ou seja, aumentar a massa muscular o máximo possível.

O objetivo da modalidade esportiva não é testar quem levanta mais peso, mas quem possui a melhor definição dos músculos do corpo.

Nas competições, as apresentações dos fisiculturistas podem ser individuais ou em grupos, a nível de comparação. Um dos nomes mais populares dentro do fisiculturismo é o do ator norte-americano Arnold Schwarzenegger, que segundo a Federação Internacional de Fisiculturismo já foi sete vezes campeão mundial na categoria.
  • As principais competições podem ser divididas nas seguintes categorias:
  • Fisiculturismo Júnior: para atletas com menos de 23 anos e que estão no início da carreira;
  • Fisiculturismo Sênio: para atletas com mais de 23 anos e com experiência de carreira;
  • Fisiculturismo Máster: para atletas com níveis musculares bastante elevados;
  • Fisiculturismo Clássico: para atletas que não desenvolvem os músculos ao "extremo", preferindo uma estrutura física mais "leve" e "natural".
Não apenas homens praticam o fisiculturismo. Existem campeonatos especialmente feitos para as mulheres fisiculturistas.

Os treinamentos dos fisiculturistas são bastante exigentes. Uma alimentação equilibrada de carboidratos e proteínas é fundamental para o crescimento muscular, não apenas os exercícios pesados e intensos. Outro fator de extrema importância para esses atletas é o descanso, sendo recomendado no mínimo oito horas de sono por dia, para ajudar no hipertrofiamento muscular.

Não se sabe ao certo a origem do Dia do Fisiculturista, mas são pessoas que merecem os parabéns pelo empenho e dedicação em manter uma disciplina de treinos intensos, com a finalidade de atingir a meta de ser o mais definido corpo na competição.


30 de Outubro - Dia do Comerciário



O Dia do Comerciário, também conhecido como Dia do Comércio é comemorado de forma oficial no dia 30 de Outubro, de acordo com a Lei 12.790, promulgada em 14 de Março de 2013. Essa data foi escolhida porque representa um momento de vitória para a classe dos comerciantes, por uma conquista de melhores condições de trabalho.

Em vários estados do nosso país o dia do Comércio ou do Comerciário é feriado estadual para os trabalhadores dessa área e também para os da construção civil. Em alguns deles, como é o caso do Rio de Janeiro, a data é comemorada na terceira segunda feira do mês de Outubro e esse dia é um feriado para os profissionais que executam esses ofícios.

Qual a origem dessa data?

A compreensão dos significados do dia do Comércio se concentra no início do século XX, época em que os trabalhadores da área de comércio eram extremamente explorados por seus patrões e encaravam dia após dia jornadas de trabalho abusivas, que muitas vezes superavam as 12 horas consecutivas.

Folgas praticamente não existiam e nos feriados eles também eram obrigados a trabalhar, já que nesses períodos o comércio também ficava altamente aquecido.

Os caixeiros, como também eram conhecidos os comerciantes naquele período histórico, eram muito ameaçados e maltratados no sistema trabalhista daquele momento. Fatigados e revoltados por estarem sendo praticamente escravizados eles começaram a criar grupos e associações para se conhecerem e se apoiarem, iniciativa que formaria o que hoje chamamos de sindicatos trabalhistas.

Esses grupos e suas manifestações aos poucos foram se espalhando por todo o território nacional e ganhando corpo em suas reinvindicações e cada vez mais vozes em seus protestos.

Foi então que em 29 de Outubro de 1932 5 mil comerciários marcharam até o Palácio do Catete, onde se encontrava o Governo Federativo da nossa República. Sem ter outra escolha, o então presidente Getúlio Vargas recebeu em seu gabinete os reclamantes. Acabou cedendo aos seus pedidos e assinou no mesmo dia o Decreto de Lei 4042, no qual se determinava que aqueles que trabalham com comércio só devem trabalhar 8 horas diariamente, além de ter descanso remunerado aos domingos.

Na data posterior a mesma lei foi publicada no diário oficial da união. Em 2013, a presidente Dilma Rousseff reconheceu a sua validade, mantendo viva a tradição de luta dos comerciários de todo o nosso país.

O que é comemorado nesse dia?

O Comerciário é o profissional que atua na área de vendas de produtos. Inicialmente, a venda de produtos era feita somente em troca de dinheiro, mas atualmente, com o avanço da tecnologia, existem recursos que facilitam este processo, como cartão de crédito, débito e cheques. 

Os comerciários geralmente não precisam de um estudo mais aprofundado para exercer sua profissão, porém existem alguns estabelecimentos que gostam de dedicar um dia inteiro para mostrar como eles podem melhorar as suas técnicas de venda.

No Brasil se celebra no dia do Comerciário os direitos que eles conquistaram no ano de 32 na mesma data, ou seja, celebra-se a jornada de 8 horas e também o direito de folgar aos domingos, substituído por uma folga semanal. É comemorado o fim de uma era de abusos e intransigências trabalhistas por parte de patrões que só visavam o lucro, sem se importar com a vida de seus empregados.

Além disso, é dado àqueles que estão no comércio a possibilidade de descansar nesse dia, aproveitando-o para fazerem o que bem entenderem! 


sábado, 29 de outubro de 2016

Exemplos de embalagens criativas e dicas de como criá-las




Como a primeira relação entre o cliente e o que está sendo vendido é visual, apostar em embalagens diferentes, muito criativas e atraentes pode ser uma boa ideia, já que o papel contemporâneo do exterior do produto é substituir o papel do vendedor e anunciá-lo por conta própria. Fora que a competição entre os produtos é grande e vale de tudo para ganhar a simpatia do consumidor.

Acreditando nisso, alguns produtos decidiram valorizar o design exterior caprichando em embalagens diferenciadas. Veja quantas embalagens criativas na seleção a seguir:

1- Embalagens diferentes: Walking Dead

Algumas embalagens chamam a atenção e podem ser tão diferentes que podem virar peça de colecionador. Sabendo disso algumas empresas lançam produtos com embalagens especiais sob o título de “edição limitada”. Um exemplo é o DVD/Blu-ray do seriado The Walking Dead, uma cabeça de zumbi que guarda os boxs com os exemplares.


2- Embalagens diferentes: Chiclets

A Chiclets também fez algo para colecionadores, mas de uma maneira diferente. Criou 135 caixinhas diferentes com emotigums. É semelhante a um álbum de figurinhas.


3- Embalagens criativas: T-shirt

Sabe aquelas histórias com um bilhete dentro de uma garrafa? Esta empresa inovou e pôs uma camisa!


4- Embalagens criativas: abacaxi

Que tal comer um doce de abacaxi? Esta empresa trouxe um conceito completamente diferente para a embalagem.
5- Embalagens diferentes: pote de geleia

Outra embalagem de comida muito interessante é este pote de geleia no formato da própria fruta.


6- Embalagens diferentes: pacote para pães

Para chamar a atenção do seu cliente, nem sempre será preciso investir muito e produzir formatos diferenciados. Às vezes basta um design criativo para interessar os consumidores. A empresa a seguir fez isso em seu pacote de pães e criou monstrinhos engolindo a comida.


7- Embalagens diferentes: vidro de ketchup

Sabe na hora de usar o ketchup e tem que dar aqueles tapinhas no fundo para descer?! Essa empresa viu uma semelhança nessa palmadinha e criou algo inusitado.



8- Embalagens criativas: comprimidos

Esta outra companhia inseriu um desenho diferente nesta embalagem de comprimidos e a deixou mais interativa. O remédio ajuda na digestão e elimina o sentimento de “peso”, além de ser uma maneira de destacar o produto, principalmente porque a área farmacêutica sofre bastante restrições. A idéia é ótima e serve para outros produtos, pois existem embalagens de chicletes e doces que usam o mesmo formato.


Dicas práticas para você fazer sua embalagem diferenciada

Embalagem diferenciada: Energético para brilhar


A bebida Gloji é feita a base da famosa frutinha de origem chinesa, a “goji berry”. Para embalar o energético, a empresa apostou em uma garrafinha em forma de lâmpada, meio arredondada que representou muito bem o slogan: “The Juice that makes you glow” ou “O suco que faz você brilhar”.

Embalagem diferenciada: Textura da fruta na caixa de suco


Quantas empresas de sucos você conhece? São muitas e ganhar essa concorrência não é nada fácil. Para tentar se destacar, o designer japonês Naoto Fukasawa apostou em embalagens criativas e decidiu colocar a fruta na caixa para garantir que esse era o suco mais fresquinho. A textura de cada fruta foi transposta para o rótulo dando um ótimo resultado.

Embalagem diferenciada: Leite de soja direto da vaca


De onde vem o leite? A resposta certa seria “da vaca”, se o leite em questão não fosse de soja. Aproveitando esse “trocadilho” a “Soy Mamelle” criou uma embalagem que imita as tetas das vacas e na tampa colocaram folhas verdes para enfatizar que o produto é natural. Ficou muito interessante!

Embalagem diferenciada: faca de manteiga


Nada pior do que pegar o pão, a manteiga e ter que levantar-se para buscar a faca que você esqueceu. O designer coreano Yeongkeun resolveu ajudar e criou uma faca acoplada na embalagem e que substituiu a tampa tradicional. Feita com textura de madeira, ela se torna o acessório perfeito para espalhar a manteiga no pão.

Embalagem diferenciada: Cabide de chás


Essa ideia de embalagens criativas ficou realmente divertida e diferente. Os saquinhos de chás foram colocados em cabides e pendurados com se fossem uma camiseta. Cada cor de cabide é um sabor de chá diferente e basta pendurar o mini cabide na borda da xícara para fazer o chá. Esse projeto criativo foi do designer Soon Mo Kan.

Embalagem diferenciada: Lápis de queijo


Salpicar queijo parmesão ralado na hora sobre o seu prato de macarrão ficou mais fácil, graças à criação do Parmesan Cheese Pencils. O queijo parmesão vem em forma de lápis e ao apontar o lápis em cima do seu prato o queijo fica como se fosse ralado. A criação é da agência alemã Kolle Rebbe.

Embalagem diferenciada: Relógios à pova d’água


Como provar que o relógio é realmente a prova d’água? Para fazer com que os consumidores acreditassem nisso, a embalagem da marca de relógios suíços Festina fez com que as peças à prova d’agua ficassem na embalagem mergulhada nela. A criação ousada é da agência Scholz & Friends, de Berlim.

Embalagem diferenciada: Despenteados


Essa embalagem é engraçada. Fotos masculinas foram colocadas nas embalagens de lã e com a própria lã da marca Rellena, da Alemanha, a cabeleira dos personagens foi confeccionada. Criação da Olgivy&Mather Frankfurt.

Embalagem são peças fundamentais na hora de destacar uma marca. Leia a seguir mais especificações no seu processo de desenvolvimento.
Como foi a evolução da embalagem ao decorrer dos tempos?


A embalagem é uma poderosa arma na hora de convencer o consumidor. Sua premissa básica era de proteger e transportar o produto, mas, com a evolução dos conceitos de marketing, ela se tornou uma parte da identidade de uma marca. Ela também chama a atenção e desperta o desejo de compra do consumidor, principalmente se for marcante, o que pode acelerar o processo de compra na hora da decisão.

Ela faz parte do P de Produto, nos 4Ps presentes no Mix de Marketing, junto de outros elementos como qualidade, tamanho, design, propriedades, entre outros. Analisando o perfil do consumidor, é possível também criar uma embalagem que atraia o cliente baseado em suas características.

Feita principalmente para armazenar e proteger o produto, ela é responsável por cerca de 20 a 30% do orçamento de um produto e sua presença é imprescindível. Numa simples comparação, quando você vai à uma feira, que frutas ou legumes estão em melhor estado, a que está jogada junto com outras, ou a que está protegida numa caixa ou com isopor e plástico?
Como os 4 P’s podem te ajudar nas suas embalagens criativas:

Para chegar até seu público alvo, os profissionais elaboram uma estratégia utilizando as ferramentas presentes no Mix de Marketing, composto pelos 4 Ps: Preço, Produto, Praça e Promoção. Veja a seguir uma pequena descrição dos 4Ps.
Produto

O que o cliente quer. Produto está relacionado ao desejo do cliente e deve atender suas expectativas e satisfazer suas necessidades, seja tangível, que pode ser chamado de bem, como um computador ou tablet, ou intangível, conhecido por serviço, por exemplo: o conserto de aparelhos eletrônicos.

Para criar um produto, profissionais analisam se os benefícios são satisfatórios, a quem ele se destina, qual a consistência do produto e sua comparação com os concorrentes.

Preço

Quanto vale o seu produto. Após a produção, analisa-se o valor a ser cobrado por ele. E esse valor tem um peso bastante significativo. O consumidor de hoje está mais consciente e analisa muito mais o custo-benefício, pois o fator “se é caro, é bom” não é tão forte como antigamente.

Para se estabelecer o preço, deve se analisar a renda dos consumidores, os custos de produção, distribuição e divulgação, o posicionamento do produto no mercado. Analisando estes fatores, é estabelecido um valor que deve estar em equilíbrio, pois tem que ser o suficiente para gerar receita e ao mesmo tempo atrativo para o consumidor. Nem tão caro que o cliente não possa comprar, nem tão barato para não achar que há algum problema com o produto.

Praça

onde está seu produto. Também conhecido como ponto-de-venda ou canal de distribuição, este processo é responsável por levar o bem até o consumidor, envolvendo desde o processo de produção até o consumo. Geralmente o caminho seguido é: obtenção de matéria-prima, produção, agente de relacionamento, atacadista, varejista e consumidor.

Ao passar por tantas etapas, o controle de qualidades e gastos tem que ser eficaz, para diminuir o máximo possível para o fabricante o gasto utilizado até o consumidor, para que todos no processo não sintam no bolso este efeito, e também para evitar que um produto danificado ou com defeito chegue na mão, não apenas do consumidor, mas de qualquer outro envolvido, a fim de evitar dores de cabeça, perda de tempo e gasto de dinheiro.

Promoção

Divulgação do produto. Com base no ditado popular “a propaganda é alma do negócio”, pode-se fazer um paralelo a esta parte do mix, pios é necessário anunciar seu produto para que o consumidor saiba o que irá adquirir.

A promoção é o conjunto de atividades envolvendo a divulgação do produto, que podem ser: publicidade, propaganda, promoção de vendas, ponto-de-venda, assessoria de imprensa, relações públicas, entre outros.


Antes de um bem chegar em suas mãos, ele passa por inúmeras etapas. O responsável pela criação tem que seguir vários processos antes de elaborar um produto e a embalagem é apenas um dos quesitos dentro de um dos 4Ps, mas isto não diminui sua importância, pois ela pode representar a identidade da marca.


29 de outubro - Dia Nacional do Livro



O Dia Nacional do Livro é comemorado anualmente em 29 de outubro.

A data celebra uma das invenções mais enriquecedoras do ser humano: o livro!

O livro pode ser uma fonte inesgotável de conhecimento, transportando os leitores para os lugares mais espetaculares da imaginação humana, além de informar e ajudar a diversificar o vocabulário das pessoas.

Os livros surgiram há centenas de anos e, desde então, continuam maravilhando as gerações com contos fantásticos e registrando os principais acontecimentos da história da humanidade.

No Brasil ainda se comemora o Dia Nacional do Livro Infantil, em 18 de abril, uma homenagem ao escritor Monteiro Lobato, que nasceu nesse dia.

Origem do Dia Nacional do Livro

O Dia do Livro surgiu em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional do Livro, em 1810, pela Coroa Portuguesa. Na época, D. João VI trouxe para o Brasil milhares de peças da Real Biblioteca Portuguesa, formando o princípio da Biblioteca Nacional do Brasil (fundada em 29 de outubro de 1810).

Vale lembrar que o Brasil começou a editar seus próprios livros ainda em 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia. O primeiro livro a ser editado foi "Marília de Dirceu", do escritor Tomás Antônio Gonzaga.

Os aficionados por livros ainda celebram anualmente o Dia Internacional do Livro, em 23 de abril, que surgiu na região da Catalunha, na Espanha, em homenagem ao escritor Miguel de Cervantes.

Segue 10 dicas de leitura essenciais para você amar os livros:

1. Os Dragões Não Conhecem o Paraíso, de Caio Fernando Abreu - Um conto mais intenso e inenarrável que o outro. Caio mergulha no âmago da nossa alma e o conto que dá título ao livro é uma das coisas mais lindas que já foram escritas, certamente. A transitoriedade, a vulnerabilidade humana, está tudo ali, nas linhas e em suas entrelinhas. Desde que o li, todos os dias, quando acordo, entoa feito mantra: "que seja doce".

2. Primeiras Estórias, de Guimarães Rosa - Não são histórias, são estórias e, sim, isso faz toda a diferença. Guimarães nos coloca defronte ao imponderável do humano, mas com toda a condição de redenção. Os personagens vão do terreno ao céu, eles ascendem e transcendem suas dificuldades e apequenamentos. Desse tipo de beleza que salva, assim é Substância e A Menina de Lá.

3. Júbilo, Memória, Noviciado da Paixão, de Hilda Hilst - Esse livro, mais do que qualquer outra coisa que eu possa ter lido em minha vida, ensinou-me o que é estar apaixonada, o que é ser amante de alguém. O eu-lírico descreve suas dúvidas, anseios, incertezas de uma forma tão entregue, exatamente como sempre fui, sou e serei diante de meus enamoramentos seja por algo ou alguém. Certa feita, recitei o poema de abertura do livro para um paquera na balada. Tínhamos 17 anos. Ele não entendeu. Correu de mim. Graças a Deus, pois de brutos assim o inferno anda cheio.

4. A Teus pés, de Ana Cristina César - A poesia de A.C.C me diz tanto que não consigo discorrer sobre, sinceramente. Acho que me movimenta em lugares que eu sequer compreendo, mas amo como ela é livre, como ela dói e como ela nos deixa espaços e vazios que devemos decifrar e tentar preencher com nós mesmos.

5. O Estrangeiro, de Albert Camus - O protagonista desse romance, o Sr. Meurseault, primeiro nos revolta com sua falta de habilidade social e depois nos comove. Sua existência é uma catarse coletiva, é o mundo afirmando que seremos julgados, é a teoria do absurdo na veia. É entender-se humano, limitado dentro de lógicas ilógicas.

6. América ou O Desaparecido, de Kafka - Cheio de situações kafkianas. Não há como definir sem essa redundância. Até onde escolhas feitas ao acaso podem nos levar? O livro ficou interminado pelo autor, que faleceu antes de concluí-lo.

7. O Capitão Saiu Para o Almoço e Os Marujos Tomaram Conta do Navio, de Charles Bukowiski - Trata-se do diário dos últimos anos de vida do autor. Mas não espere melancolia de quem está saudoso da existência. Não. Você só vai encontrar a verdade nua e crua sobre a vida, o mundo e as pessoas que nele vivem. Vai aprender que passar por aqui é bom, se tiver um hobby e uma garrafa de uísque por noite.

8. A Legião Estrangeira, de Clarice Lispector - E dos escombros, nasce o humano. Seus desejos, suas paixões. Ciúme, inveja, raiva, medo. Está tudo lá, daquele jeito que a gente passa o tempo tentando negar que sente, mas toda pessoa existente sobre a face da Terra se reconhece em cada um desse contos.

9. Paris É Uma Festa, de Ernest Hemingway - Indico sobretudo para quem sonha de viver de literatura. Para os amigos cheios de talento e ainda sem nenhum reconhecimento. Trata-se do relato do autor da época que decidiu tornar-se escritor, mudando-se para Paris e de sua batalha para escrever algo que o torna-se renomado. Contudo, ele conta com a ajuda de autores célebres como Ezra Pound, com quem discute longamente sobre o "fazer literário". A obra inspirou o filme Meia Noite em Paris e, acredito, apenas isso já valha alguma atenção.

10. Anna Karenina, de Liev Tolstói - Mais do que uma bela história de adultério e amor, a narrativa russa nos confronta com a construção patriarcal, com o lugar delegado às mulheres no século XIX e nos faz refletir o quão pouco isso tudo foi modificado e o quanto mulheres ousadas são, desde sempre, ridicularizadas e excluídas da "ordem" social.
E você, quais livros indicaria? Quais estórias ou histórias são fundadoras do seu eu?


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Centenas de ideias incríveis para tornar o seu Halloween assustador





O Halloween não faz parte do nosso folclore, mas pegou de vez por aqui. Então que tal aproveitar que ainda falta um tempinho para a noite de 31 de outubro para se inspirar em algumas das 17 ideias que selecionamos sobre o tema no Pinterest. São dicas e mais dicas para decoração e docinhos assustadores que podem transformar a sua festa de Halloween bombástica e assustadora. 

Confira:


















Gostou? Se quiser mais, acesse aqui nossa pasta no Pinterest sobre Hallowen. Lá você encontrará centenas de outras dicas super legais como estas.

Tenha uma boa festa e provoque bons sustos (rs rs rs rs)!