Gráfica e Editora Moura Ramos: livros, revistas, embalagens, sacolas, agendas e impressos em geral.: Agosto 2014 Google+

domingo, 31 de agosto de 2014

Vetores gratuitos de personagens


Que tal baixar grátis personagens e animais totalmente vetorizados. Aqui separamos para vocês 10 ilustrações em vetor para facilitar seu trabalho como designer.
Cartoons

Arquivo: EPS-SVG
Designed by: noskill1343
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

Polvo

Arquivo: EPS
Designed by: iconicon.net
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

Esportes

Arquivo: AI
Designed by: VectorOpenStock
License:Creative Commons Attribution 3.0 Unported

Homem de Negócios
Arquivo: AI
Designed by: Pixeden.com
License:Free for Personal and Commercial Use

Sachi Character
Arquivo: EPS
Designed by: onurguvener
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

Android
Arquivo: EPS
Designed by: gl3nnx
License:Free for Personal and Commercial Use

Animais 01
Arquivo: EPS - AI
Designed by: qvectors
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

Animais 02
Arquivo: -
Designed by: GianFerdinand
License:Creative Commons Attribution 3.0 Unported

Bebês

Arquivo: EPS-SVG
Designed by: Dragonartz.
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

Comida
Arquivo: EPS-PDF
Designed by: vectorjungle
License:Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0

31 de Agosto - Dia do Nutricionista

Nutrição é a ciência que estuda os alimentos e os aplica às necessidades nutricionais do homem. E seu profissional é o nutricionista, responsável por planejar programas de alimentação, preparar dietas e cardápios, supervisionar a produção de alimentos e cozinhas de indústrias e restaurantes, além de acompanhar o regime alimentar de atletas.

O que faz?

O nutricionista pode atuar no setor administrativo de uma empresa, indústria, hospital, hotel ou escola, onde gerencia a produção de alimentos. Na área de catering, pode elaborar cardápios para companhias aéreas e emissoras de televisão.
Se optar por nutrição clínica, avalia o estado nutricional dos pacientes em ambulatórios, consultórios e hospitais e prescreve dietas de acordo com a enfermidade constatada.
No setor de marketing, o profissional pode desenvolver receitas e novos produtos alimentícios, promover degustações, além de organizar cozinhas experimentais. E na área de saúde pública, atua no planejamento de programas de merenda escolar e alimentação em creches e postos de saúde.
Um dos campos que mais têm crescido é o da nutrição esportiva. O nutricionista pode trabalhar em clubes, academias, confederações ou por conta própria, planejando cardápios e dietas adequadas às atividades físicas desempenhadas pelo atleta.

Onde estudar?

Com duração média de cinco anos, o curso superior em Nutrição tem disciplinas da área médica que fazem parte do currículo básico. Na parte profissionalizante, terá aulas teóricas e práticas sobre qualidades nutricionais dos alimentos, métodos dietéticos, educação alimentar e saúde dos alimentos, entre outras.

Vitaminas: não podemos viver sem

Segundo os nutricionistas, o organismo precisa de uma alimentação moderada, equilibrada e com variedade de nutrientes. Consumir alimentos combinados dos grupos - carboidratos, vitaminas e sais minerais, leite e derivados, carnes e lipídios - ajuda a manter corpo e mente saudáveis.
As vitaminas, por exemplo, são substâncias encontradas nos alimentos, necessárias ao desenvolvimento, manutenção e funcionamento do nosso organismo.
Ao serem ingeridas na medida certa só fazem bem à saúde. Segundo nutricionistas, o excesso pode acarretar prejuízos ao corpo humano. A vitamina A, por exemplo, só deve ser consumida até 200 miligramas por dia, pois acima deste número provoca sangramentos e fraturas de ossos.
Confira a lista que preparamos para você, com a relação das vitaminas, seus benefícios, o que sua ausência provoca e onde podem ser encontradas:
Vitamina
O bem que faz...
Sua falta provoca...
Onde é encontrada?
A
Ajuda no desenvolvimento dos tecidos; mantém a saúde da mucosa e visão e auxilia o crescimento
Dificuldade de visão com luz baixa; pele desidratada; diminui a resistência do organismo contra infecções, principalmente no pulmão
Leite integral, queijos, ovos, fígado, cenoura, brócolis, abobrinha, acelga, cenoura, batata-doce
B1
Auxilia no metabolismo dos carboidratos, álcool e gordura e atua nos nervos e músculos
Falta de concentração, problemas de sono e perda de apetite. A longo prazo, pode causar perda de memória e confusão mental
Semente de girassol, ervilha, gérmen de trigo, fígado, amendoim, carne de porco, pão e cereais integrais
B2 (riboflavina)
Estimula o crescimento nas crianças e atua na manutenção dos tecidos do corpo
Feridas nos cantos dos lábios, língua dolorida e olhos vermelhos com coceira
Fígado, rim, iogurte, leite, ovos, queijos, semente de abóbora e peixes oleosos
B6 (piridoxina)
Protege contra infecções; ajuda na formação sangüínea e no crescimento
Boca dolorida, depressão, irritação e inflamação dos nervos
Banana, batata, peru, peixe, castanhas, pimentão, couve-flor, abacate
B12
Ajuda na produção de DNA e na formação das células vermelhas
Anemia, cansaço e diminui a resistência a infecções
Fígado, carnes, alga marinha, mariscos, camarão, lagosta
C (ácido ascórbico)
Ajuda na formação do tecido conjuntivo e cicatrização de feridas. Pode diminuir o risco de alguns tipos de câncer e o risco de doenças coronárias
Dor nas juntas, escorbuto e sangramento na gengiva
Acerola, laranja, limão, kiwi, morango, caju, goiaba, tomate, brocólis e pimenta
D
Atua na absorção de cálcio e fósforo. Auxilia o crescimento e aumenta a resistência dos ossos e dentes
Menor crescimento ósseo e fraqueza muscular, além de risco de fraturas
Gema de ovo, salmão, truta, arenque, sardinha
E
Sua ação é antioxidante
Aumenta o risco de doenças coronárias, derrame, catarata e afeta o sistema nervoso
Nozes, avelã, aveia, gérmen de trigo, abacate, brócolis, cereias integrais
K
Atua na coagulação sanguínea e mantém a saúde dos ossos
Sangramentos
Repolho verde, couve-flor, espinafre, fígado, feijão, ervilha e cenoura

Diet x Light

Você certamente já ouviu falar nas palavras importadas da língua inglesa Diet e Light. Mas você sabe o que significam? Muitos acreditam que sejam a mesma coisa. Mas são completamente diferentes.
Os alimentos "diet" ou dietéticos são indicados apenas para quem segue uma dieta com restrições de açúcar, sal, gorduras, aminoácidos e proteínas, como os diabéticos, por exemplo.
Já os produtos com o aviso "light" devem apresentar redução de, no mínimo, 25% de calorias se comparado a um equivalente com teor calórico inalterado. Normalmente, eles contém menos gordura, álcool e açúcar.
Fique atento ao rótulo, pois é nele que você identifica se o produto é "diet" ou "light".

Arroz é vida

Valores nutricionais

O arroz é composto principalmente de amido, que nos fornece energia para fazer atividades físicas e dá o combustível para nosso corpo funcionar. A porcentagem de proteína é relativamente pequena (cerca de 7%, dependendo da variedade do arroz). Contém ainda cerca de 12% de água e alguns sais minerais.
Mesmo não sendo um alimento rico em vitaminas, o arroz tem como diferencial sua fácil assimilação pelo organismo. É muito difícil alguém ter uma indigestão com arroz e, o que é melhor: arroz combina com quase tudo!
Acompanhe na tabela abaixo a composição nutricional de alguns tipos de arroz, conforme divulgado pela Food and Agriculture Organization (FAO), uma organização ligada à ONU que trabalha com informações sobre alimentos e sua produção no mundo.
Confira, conteúdo nutricional de alguns tipos de arroz.
Tipo de arroz
Proteína (g/100g)
Ferro (mg/100g)
Zinco (mg/100g)
Fibra (g/100g)
Branco6,81,20,50,6
polido (a)
Marrom (a)7,92,20,52,8
Vermelho (b)7,05,53,32,0
Roxo (b)8,33,92,21,4
Preto (a)8,53,5-4,9

Para uma vida saudável

Seguindo orientações de nutricionistas, aqui vão algumas dicas para uma alimentação saudável:
Coma abundantemente cereais, frutas e vegetais
Esses alimentos são ricos em nutrientes essenciais para o organismo, não devendo faltar na sua alimentação diária.
Mantenha um peso saudável
O excesso de gordura no corpo aumenta os riscos para hipertensão arterial, doenças do coração, enfarte, diabetes e outras doenças. Por outro lado, a perda de peso também acarreta riscos à saúde como o aparecimento de osteoporose, e irregularidades menstruais (no caso das mulheres).
Coma regularmente
Pular refeições pode levar a um descontrole da fome, podendo resultar numa indigestão. Procure fazer de quatro a seis refeições em intervalos de três em três horas.
Reduza certos alimentos, não os elimine completamente
Se os seus alimentos preferidos são ricos em gordura, sal ou açúcar, não exagere na quantidade de sua ingestão.
O que fica e o que sai do cardápio
Prefira sempre os alimentos grelhados, assados e cozidos e evite as frituras. Evite também enlatados, doces e refrigerantes.
Consuma alimentos ricos em fibras
Os cereais, legumes e hortaliças são ricos em fibras essenciais para o organismo.
Beba bastante líquido diariamente
O corpo humano precisa de, no mínimo, 2 litros de água todos os dias, que devem ser ingeridos, preferencialmente, no intervalo das refeições.

Beba leite

O leite é o alimento mais consumido em todo o mundo. Está presente no cardápio diário de muita gente e pode ser adicionado em preparos culinários para dar sabor, espessura e estruturação.
É também um dos alimentos mais completos em termos de nutrientes. Sua composição contém vitaminas (A, D, B1 e B2), sais minerais (potássio, magnésio, fósforo, sódio e cálcio), gordura e açúcar (lactose), ou seja, um pouquinho de cada coisa que nosso organismo precisa para se manter.
Beber leite previne contra doenças e fornece sais minerais essenciais ao nosso organismo como o cálcio, por exemplo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, um adulto precisa de 800 miligramas diárias de cálcio, que corresponde a dois copos (250 ml) de leite ou iogurte. Vale lembrar que cerca de 90% do cálcio do nosso organismo ajuda a manter a rigidez das estruturas ósseas. Os outros 10% são distribuídos pelo corpo para relaxar e contrair as fibras musculares.
O leite materno, por exemplo, protege contra infecções, estimula o sistema imunológico e de crescimento do bebê e contém componentes antiinflamatórios.
Do tipo A, B ou C, o leite muda em teor de gordura ou pureza, sendo que os três têm valor nutritivo. O mais barato é o C, com teor de gordura de 3%. O B é integral, com teor maior, variando entre 3,5% e 4%. E o A apresenta teor de gordura semelhante ao B, com um número menor de microorganismos.
Confira no gráfico abaixo, a atual situação da produção de leite de vaca no Brasil:
Produção e valor da produção de leite, segundo as regiões brasileiras - 2002
Produção de leite
Regiões brasileiras
Quantidade (mil litros)
Valor (R$)
Norte
1.561.895
453.584.732
Nordeste
2.366.493
1.231.562.113
Sudeste
8.747.880
3.140.626.125
Sul
5.507.640
1.769.077.713
Centro-Oeste
3.459.832
1.091.887.585
Total
21.643.740
7.686.738.268
Fonte: Produção da Pecuária Municipal, v. 30, 2002
Fonte: www.ibge.gov.br